B I O G R A F I A

FRANCISCO FABIANO

Francisco Fabiano nasceu em 8 de novembro de 1912 na Fazenda Bela Vista, distrito de Rocinha (atual Município de Vinhedo), no Município de Jundiaí, Estado de São Paulo, filho de Luiz Fabiano e Maria Aostoriani.

Francisco e seus 11 irmãos ficaram órfãos de mãe ainda muito crianças. Nesta época moravam e trabalhavam como colonos na Fazenda Rio da Prata que pertencia ao Município de Jundiaí e que, atualmente, abarcou os Municípios de Vinhedo e Itupeva, Estado de São Paulo. Com o falecimento da mãe de Francisco, seu pai casou-se com Ana Micoleti assumindo a criação de 13 enteados e desta segunda união nasceram mais dois filhos, num total de 26 filhos, todos trabalhando como agricultores.

Francisco Fabiano, conhecido como “Vô Chico Fabiano”, casou-se em 31 de julho de 1937 com Ermelinda Maria Fornaro, que passou a chamar-se Ermelinda Fornaro Fabiano e desta união tiveram quatro filhos: José Fabiano, Angelo Fabiano, Luiz Fabiano e Sebastião Fabiano.

Desde pequeno o senhor Francisco Fabiano conviveu com a agricultura, como já citado ele foi criado na Fazenda Rio da Prata que ficava no atual município de Vinhedo, posteriormente trabalhou como agricultor em diversas fazendas e sítios, dentre eles: na Fazenda São Bento em Joaquim Egídio, então distrito de Campinas, no sítio da família Bazzeto, no sítio da família Bissoto, na cerâmica Capovilla, no Sítio Tomis e no Sítio Sete Quedas Saltinho todos no município de Valinhos. Por um período morou na zona urbana do município de Valinhos, mais precisamente no bairro Jurema onde pagou aluguel.

Depois de muito trabalho, dedicação e esforço, Francisco Fabiano comprou seu primeiro sitio em 1963, no bairro do Macuco, “Sítio Todos os Santos”, no município de Valinhos, no estado de São Paulo onde ele e seus filhos começaram a plantar figos e cereais.

Os filhos foram casando e continuaram trabalhando com o senhor Francisco na plantação de figos. Em 1969 compraram o segundo sitio “Nossa Senhora Aparecida”, e em 1971 compraram seu terceiro sitio “São Judas Tadeu”, todos no bairro Macuco, e assim foram crescendo e comprando mais sítios, e todos trabalhando juntos como agricultores.

Em 1972, ele e seus filhos começaram a vender suas mercadorias no CEAGESP em São Paulo, e em 1982 compraram uma empresa chamada Campal Frutas que atua no CEAGESP onde toda a produção da família é vendida.

Francisco Fabiano faleceu em 14/04/2000, deixando um legado de trabalho e de união familiar, onde conseguiram construir a independência econômica da família.